Conhecimento, receitas e algo mais?

A cada 15 dias escrevo algo bem legal e posso compartilhar contigo. São textos com conhecimento verdadeiro, receitas deliciosas e alguma novidade sobre nossa produção. Deixe seu e-mail para entrar na família. Abraço, Daiane Bortolon 💚

Email Marketing by E-goi

Como fazer fermento natural ou levain em casa

De volta para Blog
Como fazer fermento natural ou levain em casa

Como fazer fermento natural ou levain em casa

Ter um bom fermento ou levain é a base do pão de fermentação natural. Confira como fazer fermento natural, dicas e benefícios!

A técnica de como fazer fermento natural definitivamente não é uma moda. O pão é mais velho que o metal: antes da idade do bronze, nossos ancestrais já estavam comendo e assando pães achatados!

Há evidências de pedras de moagem neolíticas usadas para processar grãos, provavelmente para fazer pães achatados. No entanto, o pão mais antigo já encontrado foi descoberto na Suíça, em 3500 a.C. O uso de fermento foi registrado pelos egípcios que conheciam tanto o preparo da cerveja quanto os processos de panificação com massa fermentada, como provam pinturas nas paredes e análises de pães e restos de cerveja.

Em 2500 a.C. os egípcios já utilizavam métodos para fazer o pão crescer. As massas velhas eram adicionadas às novas tornando o pão mais saboroso e leve, facilitando o início da fermentação, método conhecido como ‘massa azeda’. Durante muitos séculos não se sabia explicar as causas da fermentação natural, atribuindo ao processo um misticismo bem interessante. Mas, foi apenas nos últimos 150 anos que o fermento industrializado foi desenvolvido e logo passou a ser amplamente usado na produção de pães.

O organismo vivo que faz a massa crescer de fato é a levedura, e por ser muito pequena expressa em milionésimos de milímetros, não era visível a olho nu. Em 1674, Van Leewennhoek desenvolveu seu próprio microscópio e observou que glóbulos minúsculos fermentavam em uma solução de açúcar.

Em 1850, o pesquisador Louis Pasteur (quem inventou a Pasteurização) descobriu que os minúsculos glóbulos eram seres unicelulares (células do fermento), e que estas células liberavam substâncias para o meio (CO2). É a produção de CO2 das leveduras, após elas se alimentarem dos açúcares, que faz o pão crescer e ter aquelas bolhinhas de ar dentro.

Como fazer fermento natural ou levain em casa

Benefícios do pão com fermento natural

  • Seu sabor é incomparável, completamente diferente do pão tradicional;
  • Possui um índice glicêmico mais baixo do que outros pães;
  • Sua digestão é muito mais fácil, até mesmo para aqueles que são sensíveis ao glúten. Isso porque têm uma fermentação lenta e as leveduras consumiram e converteram muito mais amidos;
  • Dura bem mais tempo, pois com a fermentação natural é gerado o ácido acético que inibe o crescimento de bolor;
  • Aumenta o teor de bactérias benéficas no intestino, e seu corpo tem mais bactérias do que células, sua saúde depende delas.

Como fazer fermento natural

O fermento natural (levain ou sourdough) é uma mistura de farinha de cereais, composta por uma população heterogênea de bactérias láticas e leveduras, desenvolvida por fermentação espontânea ou iniciada através da adição de leveduras de frutas. É um processo lento, mas simples. Confira o passo a passo de como fazer fermento natural: 

Ingredientes – 1º dia

  • Meia xícara de Farinha de Centeio (só pra começar!)
  • Meia xícara de água preferencialmente sem cloro

Ingredientes – 2º dia

  • Meia xícara de Farinha de trigo branca (ou integral) preferencialmente orgânica.
  • Meia xícara de uvas passas 
  • Meia xícara de água.

Como fazer | Primeiro dia do fermento natural

  1. Coloque as uvas passas na água. Mexa e esprema um pouco com a mão. Aguarde por 30min. Depois, retire as uvas (com a mão) e reserve somente a água desta mistura. O objetivo é liberar na água as leveduras que estão presas na casca da uva e também na sua mão, adicionando diferentes tipos de leveduras para dar potência e aroma para o seu pão. (A batata é muito utilizada aqui em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, meus tios e a família da minha esposa fazem sempre assim com muito sucesso!).
  2. Em um pote (melhor de vidro para você assistir!), misture esta água das uvas com a farinha de centeio integral (melhor orgânica). Aí você vai ter milhares de leveduras de diversos tipos para começar a mágica da fermentação natural.
  3. A mistura deve aparentar uma pasta mole, você pode misturar ‘de olho’, sem medidas, é tranquilo.

Segundo ao quinto dia | Como alimentar seu fermento natural

Como fazer fermento natural ou levain em casa
lá pelo 5º até o 7º dia vai começar a borbulhar!

Alimente o fermento natural na proporção de 1 + 1 + 1, isto significa 1 parte do levain + 1 parte de água + 1 parte de farinha

  1. Jogue fora metade do levain que você tem do dia anterior.
  2. Veja aproximadamente o volume que tem, adicione 1 parte igual de água e uma de farinha.  Essa farinha e a água são alimentos para as leveduras. 
  3. Mantenha sempre uma pasta, evite deixar muito aguada.
  4. Misture com os dedos (a ponta dos dedos é suficiente) para oxigenar a mistura, e também inserir nela leveduras e bactérias da sua mão que são essenciais!
  5. Proteja o pote com um pano, guardanapo ou tela fina (voal) e prenda com um elástico. O ar tem que entrar e insetos não.
  6. Repita esse processo todo dia. Descarte metade, alimente com farina e água na proporção de 1 parte do levain que sobrou, 1 de água e 1 de farinha.
  7. Lá pelo quinto dia até o sétimo você vai notar que a mistura começará a borbulhar. São as leveduras começando a mostrar trabalho, produzindo CO2 e consumindo o amido.

Como ver se o Levain / fermento natural está funcionando bem?

Como ver se o Levain / fermento natural está funcionando bem?
Um elástico marca o nível no pote ao alimenta-lo. Fermento cresce e você consegue ver quando subiu
  1. Use um pote de vidro ou plástico transparente;
  2. Alimente o fermento como te expliquei acima
  3. Coloque um elástico no nivel que está o fermento
  4. Anote a hora em que alimentou
  5. Acompanhe ao longo do dia ele crescendo. O ideal é que cresça até quase dobrar de volume.
  6. Assim que dobrar de volume, anote o tempo. Esse é o tempo ideal de fermentação. Quando fores usar o fermento em um pão, esse momento em que ele dobrou é o que está mais potente.
  7. Após isso vai começar a baixar.
  8. Se ele não crescer assim, siga alimentando ele por mais alguns dias.
  9. Se já passou 10 dias e nada de fermentação, jogue fora. Se estiver um aroma muito ácido, cheiro de coisa estragada, jogue fora.

 

Dicas importantes para seu LEVAIN

  • Observe com atenção o progresso do seu fermento. Perceba quanto tempo depois de alimentá-lo ele atinge o pico máximo de fermentação. Seu pão vai ter um tempo de crescimento parecido.
  • Se o seu fermento tiver um pico de fermentação e estagnar em 12h, isso significa que ele está muito muito ativo. Dessa maneira você pode alimentá-lo duas vezes ao dia.
  • Se você reparar uma água escura em cima do fermento remova-a antes de realimentá-lo. Não se preocupe, isso é normal.
  • Após fazer seu pão, não jogue fora o excesso nem use tudo no pão. Conserve sempre um pote desse fermento na geladeira para fazer na semana seguinte. Retire ele da geladeira e alimente-o sempre dois dias antes. Você terá fermento natural sempre!
  • Se você seguiu todos os passos de como fazer fermento natural e ele não mostrou atividade, mesmo depois de uma semana, comece tudo de novo! É assim mesmo. Vale a pena! 
  • Persista! Talvez na primeira vez ele não fique perfeito, mas insista que vai ficar delicioso.

 

Quanto usar de fermento no pão de fermentação natural?

O normal é usar de 20%a 30% de fermento natural ou levain na receita de pão, ou seja, se você utilizar 1kg de farinha, deve usar 200g ou 300g de fermento. Se seu fermento estiver muito ativo e bom, use menos, se ele estiver fraco use mais. Quanto maior a quantidade de fermento usar, mais sabor ácido na massa.

Como fazer o pão com o fermento natural?

como fazer pão de fermentação natural

Agora que você já tem o fermento, aprenda a fazer o pão. Preparei um outro artigo super completo pra te ensinar, só clicar no link abaixo

Receita de pão com fermentação natural – acesse aqui

Agradecemos de coração sua leitura e intenção por procurar alimentos saudáveis. Temos uma pequena fábrica familiar e loja virtual onde vendemos nossos produtos e enviamos para todo Brasil. Você pode comprar manteiga ghee, óleo de coco extravirgem, cosméticos naturais e outros em nosso site.

Nossas especialidade são a manteiga ghee, óleo de coco extravirgem e as massalas (conjunto de especiarias) que combinam muito com pães e culinária consciente. Conheça mais dos nossos produtos!

 

Esse texto foi todo escrito por mim Bernardo Sens e experiência de mais de 20 anos nessa maravilha de fermentação natural.

Links úteis e referências interessantes

  1. The Sourdough school – https://www.sourdough.co.uk/ – Um dos melhores sites com história, receitas calculadoras de hidratação e tudo mais.
  2. Six Thousand Years of Bread: Its Holy and Unholy History

Compartilhar este post

Comentários (4)

  • Eliana Responder

    O que bom bom que agora eu encontrei a receita deste pão obrigada vou imprimir e vou comprar os ingredientes vou fazer para fazer este tão sonhado que nunca alguem me ensinou. Só curso para aprende, mas como está bem detalhado aqui vou aprender.

    18/09/2020 a 04:35
    • Bernardo Responder

      Ah que legal Elina, sim certamente você vai conseguir. Lembre-se, tem que tentar e tentar várias vezes. Observe seu fermento, geralmente ele demora mais do que imaginamos para começar a funcionar bem. Mas depois de pegar o jeito, você vai se surpreender com os novos sabores.
      Abraço,
      Bernardo Sens

      22/10/2020 a 09:55
  • Juliano Responder

    Muito bom e claro. Este fermento é bem assim mesmo que faz, fiz e deu super certo. Demorou, mas deu certo!

    22/10/2020 a 12:43
  • babiliveira68 Responder

    Ameiiii!! Os produtos de vocês são ótimos! Dá gosto de ver empresas como a de vocês parabéns e sucesso!! Obrigada pelas dicas.

    31/08/2021 a 21:40

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

De volta para Blog