Óleo corporal: como criar seu ritual de beleza com Ayurveda

Óleo corporal que nutre e hidrata a pele profundamente como nenhum outro produto industrializado. Conheça os benefícios!

mulher no spa com oleo vegetal

Há milhares de anos o Ayurveda exalta o uso do óleo corporal vegetal para a pele. São tão preciosos que estão presentes em todos os tratamentos ayurvédicos nas suas mais variadas apresentações: puros, medicados com ervas e com óleos essenciais diluídos. O principal ritual de beleza e cuidado com a pele do Ayurveda é o uso diário dos óleos vegetais externamente. Eles nutrem e hidratam a pele profundamente como nenhum outro produto industrializado faz e além de deixar sua pele hidratada, os óleos também protegem a flora da pele.

O que é o óleo corporal vegetal?

Óleos vegetais são óleos obtidos a partir da parte gordurosa  das plantas, geralmente das sementes oleoginosas, grãos e em alguns casos dos frutos. As manteigas vegetais também são óleos, mas são chamados de manteigas pois solidificam em temperatura ambiente. Cada óleo possui aroma e propriedade diferente e podem ser ingeridos e aplicados puros na pele. Um presente da natureza!

Como funciona a nossa pele

As glândulas sebáceas da pele produzem uma substância oleosa e cerosa chamada sebo. O sebo é a hidratação e proteção natural da nossa pele. Uma quantidade saudável é como uma barreira, protege nossa pele de fatores ambientais e infecções. Assim, acabamos removendo boa parte dele durante o banho com excesso de sabão – se você usa sabonetes naturais gentis e ricos em glicerina como os nossos da Yamuna ou de outro saboeiro, esta remoção é muito mais delicada, mas se você usa sabonetes industriais a base de surfactantes o dano é bem grande. Como o banho com água quente e sabão é um hábito muito comum para nós ocidentais, faz-se necessário devolver à pele a gordura para compensar esta remoção causada pelo banho.

Além disso, é interessante aqui falar também da grande adaptabilidade das nossas glândulas sebáceas, você é do tipo que precisa lavar o cabelo todos os dias ou conhece alguém assim? Pois então, a inteligência da pele compensa o excesso de remoção do sebo natural em algumas pessoas, produzindo muito mais. O único remédio para ajudar na autorregulação é um período adaptativo sem lavar os cabelos todos os dias.

Por fim, lavar a pele com água e sabão faz com que a pele seca fique ainda mais seca e, surpreendentemente, a pele oleosa se torne mais oleosa. Porque com a limpeza água + sabão os óleos naturais começam a ser removidos e sua pele produz cada vez mais, em um esforço para manter a hidratação e a proteção necessárias. Se tentarmos combater a sujeira e os resíduos água e sabão corremos o risco de lavar a camada saudável de sebo com ela. O Ayurveda recomenda sempre limpar a pele com óleo pela manhã, sabia?

Você já leu o rótulo de um creme? Já se perguntou do que eles são feitos?

Basicamente uma loção para pele é feita de água, óleo, conservante e outros aditivos. Dentre os aditivos geralmente encontramos petroquímicos e óleos minerais que servem para iludir nossos sentidos pois formam uma película sobre a pele e mascaram a real natureza do que está acontecendo ali. Estes óleos minerais entopem os poros e intoxicam a pele.

Existe uma máxima, muito conhecida por médicos e terapeutas ayurvédicos que diz:

“Não passe nada na sua pele que você não colocaria em sua boca”.

Lembre-se disso quanto ler o rótulo de qualquer produto para a pele!

Escolher o que você usa para hidratar e limpar a pele é muito importante! Sua pele é seu maior órgão, é inteligente e embora atue como uma barreira protetora, é altamente permeável e muito do que você aplica nela é absorvido e cai na corrente sanguínea.

Os parabenos, por exemplo, encontrados em quase todos os cremes, loções e shampoos disponíveis, penetram facilmente na pele. (já falamos sobre isso em outro texto aqui no blog) Vários demonstraram que os parabenos tem um impacto negativo na saúde e este é apenas um ingrediente preocupante frequentemente adicionado às loções.

A abordagem ayurvédica dos cuidados com a pele: porque o ayurveda prefere o uso de óleo corporal e manteigas vegetais em vez de cremes para o cuidado com a pele?

Para o ayurveda, a pele seca e rachada é uma condição de desequilíbrio que pode influenciar a saúde da mente, por isso orienta a auto oleação diária e acredita que para manter saúde e ser longevo uma pele nutrida é fundamental. Os tipos de pele Vata podem estar sujeitos a subprodução de sebo, o que deixa a pele seca e vulnerável. No extremo oposto, a superprodução pode deixar um resíduo na pele, deixando os poros entupidos, com acne e outros tipos de doenças da pele. Os tipos de pele Kapha se inclinam mais nessa direção, enquanto os pittas costumam ver uma combinação de ambos.

Para uma pele hidratada, saudável e nutrida o ayurveda compartilha de seu conhecimento indica um dos maiores tesouros que a natureza nos presenteia: os óleos e manteigas vegetais. O uso dos óleos é tão importante nos tratamentos ayurvédicos que chega-se a utilizar até 10 litros de óleo em apenas um período de tratamento. Seus óleos medicados são lendários: e o ayurveda usa a inteligência da pele, a potência das ervas e a capacidade dos óleos de serem absorvidos nos tratamentos de desintoxicação e tonificação. Nos tratamentos os óleos ajudam a mobilizar as toxinas do organismo para serem depois eliminadas.

 Além disso o óleo corporal é uma combinação próxima à camada externa da pele e complementa a oleosidade natural. Ajuda a extrair impurezas e equilibra a hidratação da pele – mesmo a pele muito oleosa pode voltar ao equilíbrio usando óleo. Pele bonita, equilibrada e hidratada se alcança com o uso de óleos!

Como usar óleo corporal na sua rotina?

como usar oleo corporal  infografico

O uso dos óleos corporais na pele, além de proporcionar excelente nutrição, oferecem algo mais… proporcionam um auto cuidado amoroso. Você também pode usar óleos essenciais para perfumar e potencializar os efeitos desejados, tanto os físicos quanto os sutis, criar sua própria alquimia assim como eu criei para a linha da Yamuna Artesanal estes 6 óleos compostos para os doshas com a abordagem ayurvédica e 1 óleo medicado anti-inflamatório. Os blends são fruto de mais de 10 anos atendendo como terapeuta ayuvédica, e hoje vários terapeutas, massoterapeutas e terapeutas ayurvédicos utilizam e indicam nossas preciosidades aos seus pacientes. 

Qual óleo corporal usar?

Cada óleo corporal carreador ou óleo base possui diferentes característica se propriedades terapêuticas dependendo da sua composição. Mas todos são nutritivos, hidratantes e protetores da pele. O aroma pode variar bastante, geralmente óleos refinados não possuem odor característico. Eu sempre prefiro o óleo corporal prensado a frio integral, mas se você prefere um óleo sem odor pode optar por um refinado, mas certifique-se que o refino seja feito com substâncias naturais ou por processo físico. Abaixo listo os melhores óleos base para usar no corpo diariamente, são os mais comuns e fáceis de encontrar nos empórios naturais e farmácias de manipulação.

Pra peles secas e normais 

  • óleo de gergelim não torrado
  • óleo de coco
  • óleo de girassol
  • óleo de abacate
  • óleo de amêndoas
  • óleo de gérmen de trigo

Para peles normais a oleosas

  • óleo de coco
  • óleo de semente de uva
  • óleo de rosa mosqueta
  • óleo de abacate

E os óleos essenciais?

A alma da planta.

Os óleos essenciais são óleos aromáticos derivados das plantas aromáticas, mas diferente dos óleos carreadores base são obtidos das flores, frutos, folhas, sementes, cascas e raízes por um processo mais delicado chamado destilação. São superconcentrados e bem mais caros – deles que são feitos os perfumes. Devem ser usados diluídos nos óleos carreadores e possuem composição química super complexa e rica. Seus efeitos terapêuticos são potentes e atuam profundamente não só no corpo físico, mas também no corpo energético, nas emoções e agem também na memória.  

O uso e formulação de óleos utilizando os óleos essenciais é mais complexo, e extenso, mas prometo escrever outro texto com receitas básicas para o dia a dia ok?

Nós da Yamuna oferecemos 6 óleos especiais para você com aromas únicos. Criados com base no conhecimento milenar ayurvédico de aromaterapia e nos conceitos de notas e famílias olfativas de perfumaria, os nossos óleos corporais são produzidos com óleos vegetais puros e ricos que nutrem e vitalizam a pele. Em cada formulação, óleos essenciais em sinergia presenteiam os sentidos com beleza para tocar em nosso corpo mental e ajudar a transformar emoções.

Abaixo falamos um pouquinho de cada uma das nossas sinergias, para comprar os óleos, basta clicar nas imagens.

Óleo Vata Lavanda, Patchouli e Cravo 

óleo corporal vata

Propriedades e indicações
Esta é uma sinergia relaxante, sedativa e analgésica. Pode ser usada em casos de insônia e ansiedade. Fortalece a auto-estima a coragem e segurança.

O óleo de lavanda é bactericida, ansiolítico e calmante. Suas propriedades sedativas se intensificam na combinação com o óleo de cravo e patchouli. O patchouli estimula a hipófise e é empregado pela aromaterapia para promover a consciência corporal atuando nas emoções profundas ligadas a sexualidade.

Composição: óleo carreador de gergelim e amêndoas doces; óleos essenciais de Patchouli (Pogostemon cablin), lavanda (Lavandula angustifólia) e cravo (Eugenia carophyllus). Uso externo.

Óleo Vata Lavanda e Capim-Limão 

óleo vata capim limão

Propriedades e indicações
O óleo de lavanda é bactericida, ansiolítico e calmante. O óleo de capim limão é um regulador do sistema parassimpático além de ser antiviral e carminativo (reduz flatulência e indigestão).

 Esta sinergia age como relaxante muscular, auxilia na restauração do sono, no combate à ansiedade, tensão, nervosismo e insônia. Segundo a aromaterapia o óleo de capim limão promove o aprofundamento consciente dos relacionamentos equilibrando os padrões de comportamento extremos (sensibilidade X insensibilidade). Pode ser usado como óleo para massagem abdominal com objetivo de reduzir gases intestinais.

Composição: Óleos essenciais de capim cidreira (Cymbopogum citratus) e lavanda (Lavandula angustifólia). Óleo carreador de gergelim e amêndoas doces. Uso externo.

Óleo Pitta Gerânio, Vetiver e Palmarosa

óleo geranio vetiver e palmarosa

Propriedades e indicações
Esta sinergia é indicada para equilibrar o ciclo menstrual feminino, rejuvenescer e nutrir a pele. O óleo de gerânio presente na fórmula exerce o papel e regulador hormonal e associado aos óleos de palmarosa e vetiver potencializam as propriedades s anti-inflamatórias e regeneradoras da pele.

Indicado para TPM, menopausa, cólicas menstruais, acne e inflamações cutâneas e cicatrizante. A sinergia destes óleos pode ser empregada em pessoas com dificuldade de expressão, irritabilidade,  baixa autoestima, insegurança e timidez.

Aromaterapia: o óleo de Vetiver é considerado o óleo do “propósito da alma” sendo indicado para pessoa que precisam encontrar seu propósito de vida, sua missão. O óleo de palmarosa estimula a flexibilidade e suavidade e o gerânio é o óleo da conexão com o útero e com o feminino.

Composição: Óleo vegetal de coco e  girasol prensados a frio. Óleos essenciais de gerânio (Pelargoniom graveolens), vetiver (Vetiveria zizanoides) e palmarosa (Cymbopogon martinii motia). Uso externo.

Óleo Pitta Olíbano e Sálvia Esclareia

Óleo olíbano e salvia

Óleo de perfume balsâmico, herbal, fresco e místico.

Propriedades e indicações
A sálvia esclareia (do latim sain, que protege a saúde e prolonga a vida) é indicada pela aromaterapia para regular o sistema endócrino e em distúrbios masculino relacionados à testosterona e em distúrbios femininos de progesterona e estrógenos. Facilita a clareza e limpeza mental e auxilia no contato com os sonhos, emoções profundas e expectativas. Tem propriedades regenerativas para a pele e cabelos.

O olíbano é hipotensor (reduz pressão arterial), imunomodulador e anti-inflamatório e usado desde o antigo Egito em compostos para rejuvenecimento. Possui propriedades antioxidantes e antiinflamatórias, facilita nossa conexão com a espiritualidade e “Eu Superior” e pacifica a mente.

Indicado para combate cansaço, dispersão mental, stress e ansiedade. Auxilia na prevenção de resfriados recorrentes. O olíbano é uma resina considerada sagrada por muitos povos, sendo ofertada ao fogo dos deuses nos altares.

Composição: Óleo vegetal de coco, abacate e girassol prensados a frio. Óleos essenciais de olíbano  (Browellia) e sálvia esclaréia  (Salvia esclareia). Tocoferol (vitamina E).

Óleo medicado de Erva Baleeira

Óleo de erva baleeira

O óleo medicado de Erva-Baleeira Yamuna é preparado segundo receita tradicinal ayurvédica com folhas frescas de Cordia verbenacea DC. /Varronia curassavica colhidas ao sul da Ilha de Santa Catarina durante a lua cheia e/ou ascendente. Óleos essenciais de gengibre, wintergreen e bétula.

As propriedades terapêuticas da erva-baleeira são validadas farmacologicamente, sendo o alfa humuleno encontrado na planta, o constituinte ativo do primeiro fitoterápico genuinamente nacional. As principais indicações da erva baleeira são em casos de  
artrite,  tendinite, LER, contusões e dores musculares.

Óleo Kapha Gengibre, canela e cálamo

Óleo Kapha Gengibre, canela e cálamo

Aroma quente, picante, oriental e estimulante.Propriedades e indicações:
Estimulante e aquecedor, este óleo é um ótimo aliado no combate ao cansaço e a letargia. Reduz a sensação de peso no corpo e na mente agindo em casos de retenção de líquidos e inflamações. Auxilia no tratamento de tendinite e dores musculares e articulares. De acordo com a aromaterapia, o óleo de gengibre é energizante e da motivador.

Composição: óleo carreador de girassol (pensado a frio) e semente de uva; óleos essenciais de cálamo (Achorus calamus), gengibre fresco (Zingyber officinalis) e canela (Cinnamomum cassia). Uso externo.

Óleo Kapha Cânfora, Pimenta Negra e Gengibre fresco 

Óleo Kapha Cânfora, Pimenta Negra e Gengibre fresco

Aroma canforado, estimulante, fresco e leve

Propriedades e indicações:
Este a óleo além de um ótimo aliado no combate a letargia e sensação de peso no corpo  funciona como um verdadeiro detox para o corpo sutil. O óleo de cânfora, segundo a Ayurveda limpa e alinha os Nadis (canais sutis de prana ou energia vital), aquece e refresca o corpo e a mente. O gengibre reduz a sensação de peso no corpo e na mente agindo em casos de retenção de líquidos e inflamações além de ser energizante e motivador. A pimenta Negra protege os pulmões, estimula o agni (fogo digestivo) e confere singular aroma a esta sinergia.Dica ayurvédica: este óleo é perfeito para a terapia ayurvédica chamada de garshana. Nestamodalidade de massagem  o terapeuta utiliza óleo canforado, sal e uma luva de seda e sal para friccionar o corpo do paciente. O garshana, é essencialmente um Nadi Shodana, ou seja uma terapia de limpeza energética.

Composição: óleo carreador de girassol (pensado a frio) e semente de uva; óleos essenciais de  cânfora  (Artemisia canphorata), gengibre fresco (Zingyber officinalis) e pimenta negra  (Piper nigrum). Uso externo.

Onde comprar óleo corporal?

Para adquirir nossos óleos que são fabricados semanalmente acesse a loja virtual aqui Óleos corporais Yamuna.

Enviamos para todo Brasil.

Obrigada pela leitura!

Daiane Bortolon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se para te avisarmos Avisaremos assim que o produto estiver pronto. Por favor, deixe seu melhor e-mail abaixo.
Open chat