10 benefícios do chocolate amargo para a saúde

Além de delicioso, o consumo do chocolate amargo pode prevenir doenças, melhorar a saúde do coração e afetar positivamente estados mentais e emocionais

O cacau é um alimento incrível. Somos apaixonados por todo o processo e história deste superalimento ancestral e pelos benefícios do chocolate amargo. Aqui em casa, temos alguns pés de cacau que nos presenteiam com alguns frutos todos os anos. Nós fazemos nosso chocolate para consumo e, há alguns meses, a Yamuna também faz para venda em pequenos lotes.

Por isso, trouxemos para vocês a tradução de um artigo excelente, escrito pela Annie Price. Na publicação, feita originalmente no site do Dr. Axe., a autora cita 9 benefícios do consumo do chocolate amargo. Tomei a liberdade de fazer alguns comentários ao longo do texto e inseri alguns outros links de pesquisas. Acrescentamos também algumas informações relacionadas ao Brasil, lembrando que se referem ao chocolate AMARGO. Para ser considerado assim, o chocolate deve ser preparado com pelo menos 70% de cacau e sem adição de gordura hidrogenada ou outras gorduras que não a manteiga de cacau.

No final, incluí o 10º item falando dos efeitos mentais e psicoemocionais do cacau. Acredito que estes são os benefícios mais incríveis do consumo do chocolate. Boa leitura!

10 benefícios do chocolate amargo para a saúde

O americano consome, em média, cerca de 5,5 kg (brasileiros 2,5kg a 4,5kg) de chocolate a cada ano. Mais de $75 bilhões de dólares são gastos anualmente em todo o mundo em chocolate. Com essa quantidade circulando, é essencial fazer escolhas mais inteligentes sobre quais os tipos que você consome. Dá para desfrutar de suas delícias favoritas sem culpa e aproveitar todos os benefícios do chocolate amargo ou preto!

Embora alguns tipos de chocolate estejam repletos de antioxidantes e polifenóis benéficos, é importante observar que nem todo chocolate é feito da mesma forma. Os benefícios potenciais do chocolate processado e altamente cheio de açúcar são praticamente NULOS. Porém, os benefícios do chocolate amargo para a saúde são numerosos e impressionantes.

Aqui está o que você precisa saber sobre este doce alimento e como apreciá-lo como parte de uma dieta saudável.

1. Proteção contra doenças causadas por radicais livres

Um dos melhores benefícios do chocolate amargo é a sua capacidade de combater os radicais livres. Estes são compostos nocivos criados por processos celulares no corpo que podem contribuir para a inflamação e doenças crônicas.

Acredita-se que os antioxidantes são os compostos que neutralizam os radicais livres e protegem o corpo de danos e doenças.

O chocolate amargo é carregado de antioxidantes, incluindo flavonoides e polifenóis. O cacau, em particular, tem um alto teor destas substâncias, ainda mais que o vinho e o chá verde.

Portanto, quanto maior a porcentagem de cacau na sua próxima barra de chocolate, mais antioxidantes incríveis você consumirá.


2. Prevenção de câncer em potencial


Pode ser difícil de acreditar, mas esse chocolate saboroso que você come e ama também pode ajudá-lo a prevenir o câncer. Isso mesmo! Um dos benefícios do chocolate amargo é o seu potencial como alimento para combater o câncer.

Dessa forma, pesquisas mostram que os flavonoides e antioxidantes encontrados no chocolate podem ser especialmente benéficos contra o câncer de cólon. Por exemplo, em testes animais, descobriu-se que o chocolate amargo foi capaz de reduzir efetivamente o crescimento e a disseminação das células cancerígenas do cólon em ratos.

Outra revisão científica observou que poderia ajudar a proteger contra o câncer colorretal por sua capacidade de diminuir o estresse oxidativo, reduzir inflamações e bloquear o crescimento de células cancerígenas.


3. Melhora da saúde do coração

Os flavonois (grupo de flavonóides) são o principal tipo de flavonoide encontrado no cacau. De acordo com a Cleveland Clinic, a pesquisa mostrou que os flavanois têm um efeito muito positivo na saúde do coração, reduzindo a pressão sanguínea e melhorando o fluxo para o coração e para o cérebro. Além disso, também podem ajudar a impedir a coagulação das plaquetas, o que pode reduzir o risco de derrame.

Um estudo, publicado no International Journal of Cardiology, mostrou indivíduos que consumiram uma dose diária de chocolate preto, rico em flavonoides, e chocolate branco, pobre em flavonoides, por duas semanas. Os resultados mostraram que a ingestão deste chocolate preto melhorou significativamente a circulação sanguínea em adultos. Enquanto isso, o chocolate branco não teve impacto positivo na saúde.

Outro estudo publicado em 2015 acompanhou a saúde de mais de 20.000 pessoas por 11 anos. A pesquisa concluiu que uma maior ingestão de chocolate estava associada a um menor risco de problemas cardíacos. De fato, entre os indivíduos que consumiram mais chocolate, 12% desenvolveram ou morreram de doenças cardiovasculares durante o estudo em comparação com 17,4% daqueles que não consumiram chocolate.

Moinho de Pedra fazendo chocolate 100% Puro
Moinho de pedra iniciando a moagem do cacau (nibs) para fazer o chocolate 100% puro Yamuna Artesanal.

4. Melhora o perfil geral do colesterol

A manteiga de cacau encontrada no chocolate é rica em gorduras saudáveis ​​e polifenóis, que são compostos benéficos e atuam como antioxidantes no organismo.

Um artigo de 2009, publicado no Southern Medical Journal, analisou os efeitos do chocolate em 28 indivíduos saudáveis. O estudo descobriu que apenas uma semana de consumo de chocolate escuro melhorou o perfil lipídico, diminuiu a reatividade plaquetária e reduziu a inflamação.

Em conclusão, uma revisão de 10 estudos mostrou que o consumo de chocolate rico em flavonóis foi eficaz na redução dos níveis de colesterol LDL total, os quais são os principais fatores de risco para doenças cardíacas.

5. Melhora a função cognitiva

Algumas pesquisas sugerem que o chocolate amargo rico em flavonoides pode aumentar o fluxo sanguíneo para o cérebro. O fator pode ajudar potencialmente no tratamento de condições cognitivas como a doença de Alzheimer e a doença de Parkinson.

Não apenas isso, mas um estudo de 2009 publicado no Journal of Nutrition observou que o consumo de alimentos ricos em flavonóides – como chocolate, vinho e chá – estava ligado a uma melhor função cerebral e a um melhor desempenho cognitivo.


6. Melhora a pressão sanguínea

Vários estudos mostram que a adição de cacau à sua alimentação pode reduzir os níveis de pressão arterial. Para a saúde, a mudança poderia ajudar a proteger contra condições como doenças cardíacas e derrames.

Por exemplo, em um estudo de 2015, consumir 25 gramas de chocolate amargo foi eficaz na redução da pressão arterial em indivíduos com diabetes tipo 2 e hipertensão. Também foi capaz de diminuir significativamente os níveis de açúcar no sangue em jejum, em comparação com um grupo controle.


7. Superalimento rico em antioxidantes

Em um estudo publicado no Chemistry Central Journal, o conteúdo total de flavonóis e polifenóis, bem como o conteúdo de atividade antioxidante do chocolate escuro e no cacau em pó, foram comparados a frutas (superfrutas) como açaí, amora, mirtilo e romã.

Então, o que o estudo mostrou? Os pesquisadores descobriram que o teor de flavonoides do cacau em pó (30,1 miligramas por grama) era significativamente maior do que todos os outros pós das superfrutas.

Também foi revelado que a capacidade antioxidante do chocolate amargo era superior a todos os sucos de superfrutas, exceto a romã. Além disso, o conteúdo total de polifenóis por porção também foi mais alto para o chocolate (cerca de 1.000 miligramas por porção). Este foi significativamente maior que todos os sucos de frutas, exceto o suco de romã. 


8. Potencial tônico da visão

Embora sejam necessárias mais pesquisas, um estudo clínico em junho de 2018 observou que a sensibilidade ao contraste e a acuidade visual de 30 participantes melhoraram após o consumo de chocolate amargo versus chocolate ao leite, o que significa que isso poderia ajudar a melhorar a visão. No entanto, são necessários mais estudos para avaliar como o chocolate e seus componentes podem impactar a visão a longo prazo.


9. Protege a saúde da pele

Um dos principais benefícios do chocolate amargo para a pele é atribuído aos flavonoides e à sua capacidade de proteger contra danos causados ​​pelo sol. De fato, um estudo realizado em Londres descobriu que comer chocolate rico em flavonoides poderia ajudar a evitar danos causados ​​pela luz ultravioleta.

Enquanto isso, outras pesquisas indicam que o consumo regular de chocolate também pode reduzir a aspereza da pele, melhorar a hidratação e melhorar o fluxo sanguíneo para a pele.

 10. O cacau afeta positivamente estados mentais e emocionais

[item incluído por nós]

Este é talvez o maior e mais incrível dos efeitos promovidos pelo consumo de cacau/chocolate. A influência na química cerebral, provocados pela teobromina (alcalóide) em combinação aos flavonóides, e à cafeína são estudados e validados por dezenas de estudos. E, cá entre nós, na prática todo mundo consegue perceber sem precisar de um artigo comprovando. 

Inegavelmente, o cacau é estimulante, promove felicidade e prazer. Seu potencial de alterar estados emocionais e induzir a estados alterados de consciência é conhecido pelos povos originários da América Central há milhares de anos. Tanto que, ainda hoje, rituais onde se bebe altas doses de cacau de forma cerimonial são praticados para cultuar a Deusa IxKakau ou IxCocoa, a deusa do amor.

Benefícios do chocolate amargo para o humor

Os efeitos nos estados de humor promovidos pela sinergia única da química do cacau  incluem a produção e liberação de:

  • Anandamina: “molécula da felicidade”.  Esta substância produzida e liberada em momentos de entusiasmos e felicidade. Este neurotransmissor atinge as mesmas estruturas cerebrais acionadas pelo THC, o ingrediente ativo da cannabis.
  • Triptofano: este aminoácido eleva os níveis de serotonina
  • Serotonina: neurotransmissor responsável por promover sensação de prazer e bem-estar. A ausência dessa substância no cérebro pode causar de mau humor a depressão
  • Dopamina: neurotransmissor da motivação e da vontade.
  • Feniletilamina: é o “hormônio a paixão”. Sabe aquela sensação de encontrar a pessoa amada, tocar e se amar? É este hormônio que provoca. A feniletilamina tem estrutura muito parecida com a anfetamina, substância que provoca o aumento das capacidades físicas e psíquicas.
  • Endrofina: o hormônio do bem esta. A endorfina é um opioide e afeta o cérebro de uma forma parecida com o ópio, mas de forma bem mais tênue. Reduz a dor e promove prazer. Por isso alguns especialistas especulam que o chocolate pode levar ao vício.

Nós do Yamuna gostaríamos de te mostrar como é feito um chocolate 100% cacau aqui na nossa cozinha no sítio. Assista o vídeo abaixo! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se para te avisarmos Avisaremos assim que o produto estiver pronto. Por favor, deixe seu melhor e-mail abaixo.
Open chat